Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Portugal Histórico, Alentejo, Vila Viçosa

por ciprianoalves, em 07.06.17

VILA VIÇOSA

 

Vila Viçosa é conhecida como a “Princesa do Alentejo”. É uma das mais preciosas e encantadoras jóias do Alentejo, uma “vila-museu”.

271.JPG

Deve-se o nome Vila Viçosa à fertilidade dos solos e aos encantos do seu território. Esta vila alentejana é a terra de uma das mais ilustres poetisas portuguesas, Florbela Espanca. A autora escreveu extraordinárias obras de arte da nossa literatura e foi pioneira do movimento feminista em Portugal. Conseguiu levar longe o então desconhecido nome da povoação.

Vila Viçosa é uma vila cheia de História, com um património riquíssimo e invejável criado pelo Homem ao longo dos séculos. Foi e continua a ser a Natureza que providencia a matéria-prima para a criação de variadíssimas peças de rochas decorativas. O destaque vai para o mármore, que há muito tempo tem um papel fundamental na economia do concelho.

260.JPG

O mármore da região, de qualidade superior e conhecido internacionalmente, abunda na região e é explorado e extraído das cerca de 160 pedreiras existentes. Um dos primeiros lugares a visitar em Vila Viçosa deverá ser, portanto, uma destas pedreiras. Assim perceberá como esta rocha é em bruto e como, depois de muito trabalho, chega até nós plena de beleza nas mais inesperadas formas. Mas, primeiro, vamos conhecer a origem da vila.

 

História de Vila Viçosa


Aqui, na bela vila de Vila Viçosa, a História faz-se de histórias, contada pelas igrejas, pelos conventos, palácios, museus e pelas próprias ruas e gentes. E, de facto, houve aqui momentos muito importantes, não só para o concelho, mas também para a História de Portugal.

251.JPG

Primeiramente, ao longo dos tempos, Vila Viçosa foi ocupada por, entre outros, romanos e muçulmanos. Conquistada em 1217 durante o reinado de D. Afonso II, recebe, em 1270, foral de D. Afonso III, que lhe atribuiu a categoria de vila. No século XIV, o Castelo de Vila Viçosa é mandado construir por D. Dinis.

Já no século XV, em 1461, a vila passou a fazer parte do Ducado de Bragança. No ano de 1500, D. Manuel I convida Jaime I a regressar à corte, restituindo-lhe os títulos anteriores.

A construção do Paço Ducal de Vila Viçosa, o mais emblemático monumento da povoação, teve início em 1502, a mando do Duque Jaime I de Bragança. Foi então que Vila Viçosa se tornou a sede do Ducado de Bragança.

227.JPG

Em 1640, João II, Duque de Bragança, aceita o trono de Portugal, tornando-se D. João IV e dando início à Dinastia de Bragança. Daqui para a frente, Vila Viçosa passou a ser a residência real de férias.

No ano de 1646, D. João IV ofereceu a coroa de Portugal a Nossa Senhora da Conceição. Esta foi a forma de agradecimento pela vitória portuguesa na Guerra da Restauração. Nossa Senhora da Conceição tornou-se assim Rainha e Padroeira de Portugal. Mais nenhum rei deste país usou a coroa a partir desta data.

228.JPG

No século XVIII, a vida em Vila Viçosa também foi abalada pelo Terramoto de 1755 e no início do século XIX a vila foi pilhada durante as Invasões Francesas.

Em 1910, com a Proclamação da República, Vila Viçosa entrou em declínio, muito por causa da vontade dos Republicanos em fazerem desaparecer todos os vestígios da Monarquia. No entanto, na década de 1930, com a exploração dos mármores e da abertura do Paço Ducal aos turistas, por vontade de D. Manuel II, Vila Viçosa ganhou nova vitalidade.

 

O que visitar em Vila Viçosa


Entendendo a importância que esta povoação teve para Portugal ao longo dos tempo, facilmente nos apercebemos de que há muito para visitar em Vila Viçosa.

 

Palácio Ducal de Vila Viçosa


O Palácio Ducal de Vila Viçosa… um esplendoroso palácio real, exemplar sem igual da nossa arquitetura e por isso de visita obrigatória. Aqui poderá apreciar “coisas” de rara beleza e que não mais esquecerá. Porquê? Primeiro porque é um edifício de estilo maneirista, com uma fachada totalmente revestida a mármore da região, com cerca de 110 metros de comprimento.

230.JPG

Depois, porque são mais de 50 as salas abertas ao público, onde vai poder aprender muito sobre a história local e nacional mas sobretudo porque vai sentir que fez parte da História. Visitar o Palácio de Vila Viçosa é quase como entrar numa máquina do tempo. Sem precisar de a programar verá os séculos a passarem diante dos seus olhos.

242.JPG

As várias salas que vai poder visitar no Palácio Ducal de Vila Viçosa dão “guarida” a notáveis coleções de pintura, escultura, mobiliário, tapeçaria, cerâmica e ourivesaria, em diferentes núcleos museológicos:

a Armaria, que exibe as inúmeras coleções de armas da Dinastia de Bragança;
o Tesouro, com um vasto espólio em que se distinguem várias peças de ourivesaria valiosíssimas e exemplares magníficos de pinturas e tapeçarias, bordados a ouro e peças de cerâmica;

243.JPG

a Porcelana Azul e Branca da China, a mais expressiva coleção particular de porcelana chinesa da Península Ibérica;
os Coches e Carruagens pertencentes à Família real, incluindo também viaturas de gala dos séculos XIX e XX;
a Tapada Real, transformada pelos sucessores do 4º Duque de Bragança no maior espaço natural amuralhado do país, com uma fauna e flora riquíssimas, e que fazia as delícias da caça dos monarcas desta Dinastia.

 

Castelo de Vila Viçosa

Depois do Paço Ducal, o Castelo de Vila Viçosa. No interior das suas muralhas, na antiga capela gótica de Nossa Senhora do Castelo, pode encontrar o Santuário de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, padroeira de Portugal, com a sua imagem original. Uma curiosidade: as vestes ricas das rainhas e outras damas da Casa Real foram usadas para vestir a imagem da padroeira, desde 1820.

249.JPG

Mesmo ao lado, no cemitério, repousam os restos mortais da imortal Florbela Espanca. Finalmente, ainda dentro do Castelo de Vila Viçosa, pode ir à descoberta do Museu da Caça e do Museu de Arqueologia.

No Museu da Caça pode encontrar uma fantástica e rica coleção que inclui várias espécies relativas à caça, de origem europeia e asiática. Pode ainda admirar os vários troféus de caça africanos e uma coleção de cerca de 200 armas. Este será o ponto alto da visita dos amantes da arte da caça.

259.JPG

Já o Museu de Arqueologia alberga um riquíssimo núcleo de peças arqueológicas de diversas épocas. Destas destacam-se um valioso espólio de peças romanas encontradas na região e alguns artefactos arqueológicos pertencentes à coleção pessoal do rei D. Luís I.

264.JPG

Cá fora, uma subida às muralhas do Castelo vai dar-lhe a oportunidade de ver do alto todo o circuito urbano da vila. Contemple a Praça da República, carregada de viçosas laranjeiras que espalham o seu perfume na atmosfera fresca de Vila Viçosa.

265.JPG

Outros lugares a visitar em Vila Viçosa

Se ficou curioso com os encantos de Vila Viçosa, quando cá vier não se esqueça também de visitar estes lugares.

Museu do Mármore
Igreja e Convento dos Agostinhos
Igreja de São João Evangelista
Igreja de São Bartolomeu
Igreja da Lapa
Cruzeiro de Vila Viçosa
Igreja e Convento dos Capuchos
Casa Museu Bento de Jesus Caraça
Museu Agrícola e Etnográfico
Porta do Nó
Porta da Vila
Pelourinho

 

Visitar Vila Viçosa é cansativo, mas vale a pena. Deve dedicar, nos seus planos de viagem dois a três dias, pois há muitos locais interessantes a visitar...

 

Fonte textos: visitevora.net

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:43




Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2017

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Visitas


Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D